terça-feira, 23 de agosto de 2011

Guia para atletas do voleibol - Lesões mais comuns

Atualizado em Novembro 2015!

Lesões mais comuns no voleibol


O voleibol envolve movimentos repetitivos de sobrecarga, como saque e o bloqueio, sendo assim os jogadores estão propensos a lesões por sobrecarga do ombro, joelho e tornozelo. Além disso, os jogadores de vôlei são particularmente suscetíveis a lesões nos dedos.

Lesões por sobrecarga ocorrem ao longo do tempo devido à pressão sobre os músculos, articulações e tecidos moles, sem tempo adequado para a cura. Eles começam como uma dor pequena, irritante, e pode agravar se não forem tratadas precocemente e corretamente.

Aqui vamos falar das lesões comuns de voleibol que se enquadram nessa categoria que seriam:

Bursite do ombro


Bursite do ombro ocorre quando há inflamação do saco cheio de fluido chamado bursa que se situa entre um tendão e pele, ou entre um tendão e osso.

Se os músculos e tendões do manguito rotador ou a bursa do ombro são feridos, eles se tornam inflamados e inchados. Assim, este inchaço "espreme" a estrutura da articulação do ombro porque não há espaço suficiente. O movimento repetido dos braços (saque, cortadas, bloqueio) ou muitos anos repetindo o mesmo movimento também podem irritar os tendões, músculos e tecido da articulação do ombro e da escápula. 

Escrevi um post específico sobre isso aqui com algumas dicas de exercício.


Tendinite do ombro - Síndrome do Impacto 


É a inflamação do tendão caracterizado por vermelhidão, dor e inchaço no local. Na tendinite do ombro os tendões do manguito rotador ou os tendões do bíceps se tornar inflamado e irritado. Isso é muitas vezes resultado de serem esmagados por estruturas adjacentes. Esta lesão pode ser leve ou grave.

Quando o tendão do manguito rotador torna-se inflamado e espessado, ele pode ficar preso sob o acrômio (parte superior do ombro). Esta compressão dos músculos do manguito rotador é chamado de síndrome do impacto, que é uma evolução da tendinite não tratada adequadamente.

Tendinite e síndrome do impacto são frequentemente acompanhadas de inflamação da bursa. Uma bursa inflamada é chamado de bursite.

Tendinite x Bursite no ombro


 


A Bursite, tendinite do ombro e Síndrome do Impacto estão intimamente relacionados com o ombro e muitas vezes ocorrem em conjunto.

Sinais destas condições incluem início lento da dor no braço, ou parte superior do ombro e dificuldade para dormir no ombro. Também pode causar dor quando o braço é levantado.

Se a tendinite envolver o tendão do bíceps (o tendão localizado na frente do ombro que ajuda a dobrar o cotovelo e girar o antebraço) apresenta dor na parte frontal ou lateral do ombro e é comum a dor descer até ao cotovelo e antebraço, como na figura abaixo.

Diagnóstico de tendinite e bursite inclui um exame físico e testes diversos. 

Em alguns casos, a fisioterapia é prescrita. Exercícios suaves de alongamento e fortalecimento são adicionados. 

Se não houver melhora após 6 a 12 meses, a cirurgia artroscópica pode ser usado para reparar danos e aliviar a pressão sobre os tendões e bursas.

Tendinite patelar ou Joelho de saltador 


Tendinite patelar é a inflamação do tendão que liga a patela à tíbia (osso da canela). A Tendinite patelar é comum em atletas que fazem movimentos repetitivos, atividades enérgicas de salto, como saque e bloqueio.

Condições extremas, como saltar, levam a ruptura parcial desse tendão. Se essas micro lesões se repetirem levará a inflamação e degeneração do tecido.

Sintomas 

Há dor na parte inferior da patela, especialmente quando pressiona; 

Dor e rigidez no joelho após o esforço;

Dor quando você contrai os músculos do quadríceps

Dicas: o descanso nos estágios iniciais é importante. Fisioterapia e serviços focados em treinamento atlético de alongamento e fortalecimento também são úteis. se mal tratada, a tendinite patelar persiste e a cirurgia é necessária.

Lesões na Coluna lombar 



Essas lesões representam até 14% de todas as lesões de Vôlei. A parte lombar da coluna é colocado sob uma enorme quantidade de tensão ao saltar e ao girar o corpo.

A coluna lombar é uma fonte comum de dor crônica entre os jogadores de voleibol. A causa da maioria dor lombar está relacionada com a tensão do músculo ou ligamento. A dor geralmente se resolve com repouso, fisioterapia e serviços de treinamento atlético.

Se a dor lombar é acompanhada de dor que se irradia para as pernas e dormência ou fraqueza no pé ou no tornozelo, indica pinçamento de uma hérnia de disco. Em casos de dor irradiada, uma ressonância magnética podem ser úteis para avaliar a presença de uma hérnia de disco. Na maioria dos casos, os jogadores de vôlei pode voltar a jogar após a reabilitação.

Lesões nos dedos


Dedos são vulneráveis ​​a lesões durante as atividades de vôlei, como o bloqueio. A maioria das lesões ocorrem quando a bola atinge com força a ponta do dedo. Lesões comuns incluem fraturas e luxações do dedão. O tratamento pode variar significativamente, dependendo da lesão.

Uma fratura dedo pode ser considerado um trauma menor, porém sem tratamento adequado, pode causar grandes problemas. Quando um osso no dedo é fraturado pode causar desalinhamento da mão inteira. 

Sinais

Inchaço

Dor e sensibilidade

Dor na mão quando você toca a extremidade do dedo

Incapacidade de mover o dedo completamente

Tratamento de fratura de dedo

Consulte um médico. O dedo terá de ser colocado de volta no lugar. Tipicamente, uma tala ou gesso será suficiente para segurar o dedo em linha reta e protegê-lo de novas lesões ao mesmo tempo que cura. 

Entorse de tornozelo


Na continuidade do guia vamos falar como prevenir essas lesões e na parte seguinte sobre os últimos tratamentos para cada quadro.

Acompanhe aqui nosso Guia de entorse de tornozelo




Até lá!

8 comentários:

  1. Muito instrutivo, amiga! Tenho um monte de amigos com queixas diversas adquiridas nos treinos/jogos. Adoraria ter você por perto pra cuidar da gente! =)

    ResponderExcluir
  2. Muito Boom ... Um otimo estudo para a minha prova !

    ResponderExcluir
  3. jogo volei sou atacante de meio ( central) tenho que ter muita agilidade para atacar e bloquear pois sou a mais alta, porem tenho 2 detes problemas citados acima que sao as dores nos ombros e muitas dores na lombada nao quero ir ao medico pois sou bolsista em uma escola e e o meu ultimo ano entao qro aproveitar ao maximo e sei que se eu for terei qe fcar afastada por um tmp entao preciso de ajuda alguma ddica??

    ResponderExcluir
  4. Olá, é uma pena saber que vc está jogando com dor, sua carreira pode durar menos do que vc imagina. E o fato de vc procurar o médico não significa que ficará no banco.

    Bom, respondendo sua pergunta, vc pode fazer vários exercícios que irão aliviar a dor. Dá uma olhada:
    http://zanavaz.blogspot.com.br/2011/10/viva-sem-dor-nas-costas-com-pilates.html
    http://zanavaz.blogspot.com.br/2011/10/como-fortalecer-as-costas-praticando.html
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Tive uma contusao no dedao da mao foi no tendao ontem. Estou colocando gelo e passando a pomada cataflan. Tem algum procedimento mais adequado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Quênia, vc pode usar o gelo por 20 minutos e reaplicar a cada 2 horas. Depois do terceiro dia, tenta tenta "mecher" o dedo com movimentos leves e devagar. Mantém esse procedimento até 1 mes p evitar qq problema futuro.

      Excluir
  6. Rosana sinto os mesmos sintomas da tendinite patelar, como tratar? e quais exercícios posso fazer e em quanto tempo posso mim recuperar? Crioterapia ou Termoterapia?

    Desde já agradeço a sua ajuda. Estou precisando muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Júnior, do lado direito da barra tem como vc pesquisar nos posts do blog. Segue alguns links:

      http://zanavaz.blogspot.com.br/2011/10/guia-para-atletas-do-voleibol-tendinite.html

      Para o tratamento use o mesmo que o entorse do pé:
      http://zanavaz.blogspot.com.br/2011/03/guia-para-entorse-de-tornozelo-dia-1.html

      Excluir